gomes pia de marmore

Empregos do mármore

Não muitas rochas têm vários usos como o mármore. Ele é utilizado para a sua magnificência, como parte do projeto de construção do molde e, além disso, pela sua itens rurais propriedades compostas, e farmacêutica. Esse post é uma cortesia da Melhor Marmoraria em Curitiba, a Gomes Mármores e Granitos.

pia de mármore

Utilização de mármore em marcos

Propriedades de mármore são vários e se cabeças copiosas rocha na natureza e razoável, ele é utilizado como parte de numerosas estruturas que vemos os principais queridos:

– Washington Monument Marble

O monumento de Washington foi construído em mármore algo em torno de 1848 e 1884. O trabalho a partir da estrutura foi feita utilizando mármore de uma pedreira situada perto Texas tal franqueza para descobrir como uma pedra. No momento em que o desenvolvimento continuado em 1876, a pedreira de Texas não era acessível, por isso era mármore utilizado por Massachusetts. No entanto, esta pedreira teve problemas com o transporte de mármore de uma forma oportuna, e seu contrato foi suspensa, tornando-se uma outra, em seguida, com a pedreira Baltimore, Maryland deu uma pedra de mármore um pouco mais escura. Estes mananciais distintos de pedra pode ser visto no marco até os dias atuais.

– Memorial do Lincoln

O Lincoln Memorial foi montado em algum lugar por volta de 1914 e 1922. Uma vasta gama de pedras foram utilizados. Os divisores de pátio e mais baixos degraus eram feitas de rocha Massachusetts. O piso superior, os segmentos e do verniz externo foram feitos utilizando mármore Colorado. As divisórias internas foram feitas para calcário indiano (chamado de “Marble indiana” por alguns engenheiros). O piso foi feita utilizando mármore rosa de Tennessee, ea estátua de Lincoln foi produzido usando brilhante pedra branca da Geórgia. Cada tipo de pedra é escolhido pelas suas propriedades em conjunto com um impulso de utilizar os diferentes tipos de mármores

– Calcário Agrícola

Alguns tipos de mármore são aquecidas em uma grelha para evacuar o dióxido de carbono que está contido dentro da calcite. O que permanece após o tratamento aquecedor é o óxido de cálcio (cal como é conhecido). A cal é utilizada como um tratamento de solo agrícola para diminuir corrosividade. No ponto quando conectado em mistura com o estrume, pode construir o rendimento da terra.

– Badejo

É um mármore branco Curiosamente é raramente usado para criar um produto conhecido como “badejo” um pó branco, que é utilizado como uma máscara, de enchimento, e branqueador para tintas, papel e artigos diferentes.

Últimos contemplações

Marble é adicionalmente utilizado para suas propriedades ópticas, como parte de produtos de beleza, tintas e papel. O mármore tem numerosos um de um amáveis ​​propriedades que o tornam uma pedra importante em uma ampla gama de empresas comerciais

Nosso Parceiros

Para conhecer nosso parceiros da Gomes Mármores e Granitos, acesse www.GomesMarmoreseGranitos.com

Veja um vídeo sobre mármore aqui:

Para saber mais sobre o mármore, acesse https://en.wikipedia.org/wiki/Marble

Como iniciar uma marmoraria

Os profissionais de mármore e granito ajudam a embelezar e adicionar valor à propriedade de seus clientes com a utilização desses dois elementos. Nesse artigo veremos como iniciar um negocio com essas duas rochas tão procuradas em virtude de suas belezas naturais. Confira a seguir:

Esse post é cortesia da Art Fina Marmoraria curitiba, que é uma das melhores empresas de mármores e granitos de curitiba e região.

art fina marmoraria em curitiba

 

 

Negócio com mármore e granito

 

Para os profissionais que são especializados em construção residencial e comercial, o mármore e o granito são dois dos mais tipos utilizado de pedra na construção e na indústria. A robustez e beleza natural destes tipos de pedra adicionam valor e apelo para que sejam colocados em todo o quarto, especialmente cozinhas e banheiras das casas. No entanto, a instalação de tal pedra requer a ajuda de um artesão habilidoso. Se você aprender este comércio e estabelecer direito às relações comerciais, você pode ser capaz de ganhar a vida como um contratante independente de mármore e granito.

Etapas para iniciar um negócio de mármore e granito

 

Etapa 1

 

Escreva um planejamento de granito natural e mármore que seja um negócio eficaz. Familiarizem-se com essas rochas para vender seus produtos aos clientes com conhecimento. Entenda que os donos de casa, em geral, preferem mármore e granito para tábuas, bancadas de cozinha e móveis de casa de banho. Conheça a classificação do produto regular (Mármore e granito) que os varejistas exigem.

Etapa 2

Desenvolva uma fonte extensa e confiável de produtos de pedra Premium. Isto é praticamente um imperativo durante a primeira fase das operações dos negócios. O fornecedor do granito e mármore deve ser capaz de entregar produtos de primeira classe aos clientes. Resolva sobre as condições mais vantajosas com o seus fornecedores. Da mesma forma, cumpra o seu compromisso com os clientes em termos de prazos de entrega e superioridade dos produtos.

 

Etapa3

 

Procure sugestões úteis de profissionais experientes que têm negócios com granitos e mármores por algum tempo. Estes peritos podem ser capazes de lhe ensinar como proceder com as operações a partir do primeiro poucos anos até que a empresa alcance uma estabilidade total. Eles podem ensiná-lo a trabalhar com rapidez e eficiência, o que é importante neste trabalho porque a natureza cara do material não comporta que o profissional cometa erros em sua comercialização. Esses profissionais podem até estar dispostos a levá-los até uma empresa subcontratada, para que você possa verificar como alguns trabalhos de mármore e granito são muito grandes ou têm prazos muito rigorosos para uma pessoa cumprir sua meta como seus clientes.

 

Considerações finais

 

Para iniciar um negócio com mármore e granito, procure fixar todas as autorizações e licenças necessárias para que seu empreendimento esteja dentro da legalidade. Como contratante independente você poderá ter que obter as autorizações e licenças específicas, a fim de trabalhar neste tipo de indústria, dependendo da sua localização. Vale a pena utilizar uma pequena ferramenta de licença e autorização de pesquisa da Administração de Empresas para encontrar as autorizações específicas para a indústria de granito e mármore em sua localidade.

 

Para entrar em contato com nossos grandes amigos da Art Fina, acesse www.MarmorariaArtFina.com.br.

Para saber mais como montar uma empresa, conheça o Sebrae https://www.sebraemg.com.br/atendimento/bibliotecadigital/documento/cartilha-manual-ou-livro/como-abrir-um-comercio

Problemas de segurança em edifícios

Tenha todos os problemas de segurança resolvidos para você ao contratar uma emppresa especializada nisso. A Nilagge é uma excelente Administradora de Condominios em Curitiba. Temos o maior prazer de dizer que somos clientes há anos deles!!!

É comum os condôminios não prestarem atenção no que acontece no predio, como pessoas estranhas ao redor ou na parte comum, que podem se aproveitar da distração alheia.

 

nilagge administração de condomínios

Uma outra possibilidade de problemas com segurança num condomínio é o visitante não identificado. É comum visitantes que vão conhecer apartamentos a venda cometerem pequenos furtos em condomínios que não fazem o controle de identificação com nome e foto.

Não cumprir com o que foi definido em ata ou no estatuto do edifício não pode ser uma transgressão simples, e deve haver punição imediata nesses casos.

Obrigações dos condôminos:

  • Não perambular durante a noite por ae
  • Não deixar chaves e pertences pessoas na portaria
  • Sempre trancar a porta do apto e do carro
  • Deixar o alarme de casa e do carro ligado também

Obrigações dos porteiros e zeladores:

  • Conhecer os moradores
  • Manter portas sempre fechadas (entrada, garagem, depósitos)
  • Não informar dados pessoas dos moradores a estranhos
  • Ser educado com visitantes, mas sem iniciar amizades
  • Nunca deixar um terceiro que presta serviços á sos nas dependencias internas

Obrigações dos síndicos:

  • Definir um mecanismo de identificação de externos e treinar os funcionários para seguir tal mecanismo
  • Verificar o acesso as áreas comuns atraves de câmeras regularmente
    • Manter todo e qualquer equipamento de segurança em pleno funcionamento e com manutenção em dia (gravação, cameras, etc)
  • Impedir entregadores de subir no prédio. É obrigação do morador descer para receber o seu pedido e efetuar o pagamento.

Conheça o trabalho dos nossos parceiros da Nilagge em www.Nilagge.com.br.

Aprenda como montar uma empresa de administração de condomínios no site do Sebrae: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ideias/Como-montar-um-servi%C3%A7o-de-administra%C3%A7%C3%A3o-de-condom%C3%ADnios

A falta que uma administradora faz

Neste post listamos os principais desafios de um síndico sem ter o respaldo de uma empresa de administração de condomínios.

Como são diversos temas, e cada tema tem muita complexidade, nós sempre entregamos nossos imóveis com uma administradora de condominios já contratada. Nosso último imóvel lançado em Curitiba nós fizemos a parceria com a Ocidental Adm.

Financeiro

O financeiro de um prédio é diferente por um simples motivo: não é exigida por lei. Porém o síndico deve fazer ao menos o balanço por mês, para esclarecer sobre a quantia de dinheiro que entrou e que saiu do condomínio no mês.

A lei exige que o responsável recolha os impostos como PIS, COFINS, etc.
Todo o planejamento sai de um trabalho contábil-financeiro. Uma boa contabilidade é o segredo do sucesso.

Receber vencimentos, quitar boletos de prestadoras de serviços, e negociar com inadimplentes também fazer parte do trabalho.

Obras

Um grande síndico sabe que um prédio é quase que um ser vivo, pois está sempre mudando. Por isso é preciso que o síndico tenha um bom planejamento de obras, para que nunca falte dinheiro e nunca coloque a contabilidade do condomínio em uma situação crítica.

 
As principais obras de grande porte são manutenção nos elavadores, substituição de canos e prumadas, repastilhamento, pintura e impermeabilização. Espaço Gourmet, Cantinho Geek, Academia privada estão em alta hoje em dia. Por isso o síndico deve estar sempre atento ao que está dando certo no mercado, e incorporar obras deste tipo no imóvel.

 

Recursos Humanos

As leis trabalhistas se aplicam a um condomínio da mesma maneira que uma empresa qualquer. Os empregados devem ter carteiras assinas, férias remunaradas, INSS e todos os benefícios definidos na CLT. É responsabilidade do síndico que tudo seja cumprido para que o condomínio não sofra com processos trabalhistas.

 
Como cada estado tem uma certa vigência dos deveres e obrigações de funionário e patrão, o controle de RH fica complexo e extremamente burocrático. Não é a toa é que esse é um dos principais pontos onde o condomínio decido delegar essas atividades a uma administradora profissional de condomínios.

 
Ao contratar um novo funcionário, síndico deve exigir os documentos de identificação, um exame admissional e pagar o piso salarial da categoria, no mínimo.

 
O cartão ponto deve ser acompanhado todo final de mês para poder pagar os vencimentos de cada um (até o quinto dia útil do mês). Lembrando apenas que os impostos são recolhidos normalmente. O síndico precisa tomar muito cuidado com o cartão-ponto. A grande maioria das reclamatórias judicias ocorre devido ao excesso de horas extras. E se não houver como provar que todas as horas trabalhadas foram devidamente pagas, o ex-funcionário ganha a causa, o que acarreta em um prejuízo maior para o condomínio.

 

Desentendimentos entre moradores

Não é função do síndico se meter nessas situações. O seu foco deve é área comum. Nada do que acontece privativamente entre moradores deve ser responsabilidade do síndico. Então, se existe um cano vazando água de ou para uma área comum, o síndico precisa resolver.

 
Todavia se existe um vazamento de água entre vizinhos, então o síndico nada tem a ver. Mas a experiência nos mostra o contrário. Existe uma gama de inconvenientes que são gerados entre vizinhos como lixo sendo jogado, fumaça do cigarro, abuso de garagem, som alto, etc.
É difícil ter que lidar com esse tipo de incidente, mas muitas pessoas consideram que um bom síndico tem esta carta na manga, como uma grande diferencial.

 

Empresas Externas

Quem deve escolher, negociar e acompanhar o trabalho de prestadores de serviço é o síndico. Ao escolher uma empresa, é pedido do síndico entre 3 a 5 orçamentos, e ele deve justificar a escolha da empresa bem como o investimento com os condôminos.

 
É comum vermos serviços como jardinagem, manutenção de piscina, limpeza, telefone e internet, materias de construção, manutenção de canos e empresas de segurança.

 
A questão de segurança é muito importante. A primeira cabeça a ser cortada é a da empresa de segurança, pois nunca são requisitadas. Nunca em hipótese alguma deixe de pagar por este serviço, segurança em primeiro lugar.

—————————————————

Clique aqui para entender o que um síndico faz
Conheça a empresa de administração de condomínios Ocidental em OcidentalAdm.com.br

Problemas Recorrentes em Imóveis (e como lidar com eles)

Para não perder seus cabelos com problemas recorrentes em condomínios, nós recomendamos sempre a contratação da melhor administradora de condominios de Curitiba, a Master Condomínios. Você pode acessar o facebook deles aqui.

master-administradora

Alagamentos

Quando chove, e chove muito, pode saber que vai ter alagamento. Em Curitiba então, onde chove bastante, é comum ver as lugares abertos dos prédios e as coberturas sendo alagadas. Por isso é melhor previnir do que remediar, e neste caso a prevenção se chama calhas e rufos de qualidade. De uma boa olhada atrás de mofo ou pintura seca caindo das paredes, pois geralmente isto acontece pois a água está infiltrando de alguma maneira, e a calha pode estar furada ou entupida. Quanto mais demorar para corrigir o problema, pior serão os estragos. Então procure uma empresa de calhas e rufos o quanto antes. Se você mora em Curitiba, PR, então pode ligar para a Calhas Sul, grande fábrica de calhas em Curitiba, PR.

Acidentes com colaboradores

Primeiramente chame por socorro (ambulância), depois cadastre o acidente no cadastro de acidentes de trabalho (CAT). Somente depois da perícia é que o funcionário voltará a trabalhar.  É sempre bom ter uma segunda opinão de um advogado trabalhista.

 

Pessoas se ferindo nas áreas comuns

Toda e qualquer adulto é responsável de si mesmo. Mas a dos pequeninos é dos pais. Mas se o problema foi devido à falta de manutenção no prédio ou do devido manuseio de itens do prédio, então o condomínio poder ser responsabilizado.

 

Problemas em encamanentos

O síndico é responsável por acompanhar o estado de encamentos, tubulações, para raios etc. Neste caso, se houve algum vazamento por falta de cuidado ou de manutenção, então o condomínio é culpado e deve arcar com reformas e reparos, inclusive dentro das residências. Agora se o problema foi causado pelo mau uso do morador, então é ele quem tem que se virar pra resolver a situação.

 

O automóvel sobre algum dano dentro da garagem

Se a pessoa comprovar que o incidente aconteceu enquanto o carro estava estacionado (e não antes disso), então o condomínio deve arcar com o conserto do veículo (podendo acionar a seguradora).. Mas se não for possível comprovar não há nada a se fazer.

 

O carro sofre danos no portão

Se o culpado foi o motorista (geralmente com pressa), então é ele quem deve bancar os custos tanto do seu carro quanto o do portão. Entretanto se o problema aconteceu por outra causa, aí é o condomínio que tem que pagar os custos tanto do morador quanto do prédio.

 

Ferimentos devido a um corpo estranho que caiu do beiral

Na grande maioria das vezes o condominio vai ter que arcar com a responsabilidade do fato. É comum que a seguradora resarça os envolvidos, pois acidentes acontecem. Entretando se alguma camera de vídeo flagrou o indivíduo atirando o objeto pela janela, então ele passa a ser o culpado, e não mais o condomínio.

 

Veículos roubados

É preciso saber quem foi que roubou o veículo. Se o ladrão for um funcionário do condomínio, então você já sabe quem é o responsável nesse caso né?

 

Árvore caindo e destruindo objetos

É difícil uma árvore cair, mais pode acontecer por causa de ventos, raios, ou estar podre por dentro. Se a árvore vier a cair por causas que não tem como serem previstas (ventos, raios), então não tem como culpar ninguém. Mas se houver falta de manutenção um processo contra o síndico é possível e devido. O seguro do condomínio neste último caso é a melhor solução.

 

Mordidas de gatos e cachorros

O responsável pelo animal deve bancar todos os custos da pessoa que recebeu a agressão. Entretanto se o síndico cometou erros na hora de previnir esse tipo de acidente, então o condomínio pode ser considerado culpado.

 

Moradores se afogando na piscina

Cada cidade e estado tem suas leis para esse acontecimento, procure se informar e siga o que está denifido.

 

Terceiros sofrendo acidentes de trabalho

Chame o SAMU em casos emergenciais ou leve a pesso até o hospital mais próximo. Na maioria das vezes a empresa do funcionário deve prestar todo o auxílio com planos de saúde e tudo mais. Em alguns poucos casos o condomínio precisa arcar com custos de médios e hospitais.